Filho Do Vento de Fred Cabral Letra y Video

MasLetras.Com 30 vistas 844961 Likes Publicado el 31 mar 2017

FILHO DO VENTO


 

Geração da poluição
Eu estou-me a auto-criticar
Com tanta combustão
Já nem dá p'ra respirar
Só quero um refugio
Para voltar a nascer
Porque em cada grão de areia
Há um motivo p'ra viver
Sou rapaz do calhau
Calção roto e pé descalço
De cedo formatado
A ter coração de aço
A energia vem do sol
Não vem do escuro
E nada a brisa do mar
E vais sentir o ar puro
E eu não sei como tu pensas
Mas eu vou-te ser franco
Tou tipo capicua
Quero uma casa no campo
A vida são dois dias (mano)
Vive o momento
Porque a terra é tua mãe
Mas o teu pai é o vento
A vida são dois dias (mano)
Vive o momento
Porque a terra é tua mãe
Mas o teu pai é o vento
(O teu pai é o vento)

Eu sou filho do sol
Eu sou filho do vento
Filho dessa "vibe" e desse talento
A força está no peito e o calor no olhar
Mas mano onde eu vivo
Não dá p'ra vingar
Eu sou filho do sol
Eu sou filho do vento
Filho dessa "vibe" e desse talento
A força está no peito e o calor no olhar
Mas mano de onde eu venho
Não dá p'ra vingar

Eu sou filho do vento
Eu sou filho do mar
Sou filho das nove ilhas
Sou um guerreiro insular
Vim da terra do vulcão
E a caneta deita lava
Dá-me um "beat" com "groove"
Na rima ninguém me trava
Sempre a aprender
O meu cérebro não é norético
Sim, eu amo o rap
Mas no som eu sou eclético
Daqui não levas nada
Nem tecnologia
Levas a tua experiência
E alguma sabedoria
Os erros que cometes
Nenhum deles é átoa
Só servem p'ra provar
Que podes ser melhor pessoa
Acredito na igualdade
E isso é de valor
Não é a cor da semente
Que faz de ti melhor flor
Se eu errar volto a tentar
Se eu cair vou levantar
Se chorar eu vou sorrir
Eu não posso é desistir
E no final de contas
A vida é um momento
E não me tentem controlar
Porque eu sou filho do vento
E no final de contas
A vida é um momento
E não me tentem controlar
Porque eu sou filho do vento

Eu sou filho do sol
Eu sou filho do vento
Filho dessa "vibe" e desse talento
A força está no peito e o calor no olhar
Mas mano onde eu vivo
Não dá p'ra vingar
Eu sou filho do sol
Eu sou filho do vento
Filho dessa "vibe" e desse talento
A força está no peito e o calor no olhar
Mas mano onde eu vivo
Não dá p'ra vingar
Eu sou filho do sol
Eu sou filho do vento
Filho dessa "vibe" e desse talento
A força está no peito e o calor no olhar
Mas mano onde eu vivo
Não dá p'ra vingar

Eu sou filho do sol
Eu sou filho do vento
Filho dessa "vibe" e desse talento
A força está no peito e o calor no olhar
Mas mano onde eu vivo
Não dá p'ra vingar